Villa Duo no Interlúdio Harmonia Lyra Setembro de 2018

Devido uma alteração na agenda, com novos compromissos, o Interlúdio de setembro será cancelado. Breve divulgaremos novo evento. Gratos pela compreensão.

O Interlúdio Harmonia Lyra de setembro traz o duo Waleska Sieczkowska – Violino e Anderson Fiorelli – Violoncelo. Veja abaixo o programa do recital, currículos dos artistas e informações sobre o evento.

Programa

“Fin de Siècle”

04 de setembro de 2018

Villa Duo

Waleska Sieczkowska – Violino

Anderson Fiorelli – Violoncelo

Reinhold Glière (1875 – 1956)

Oito peças para Violino e Violoncelo Op. 39

 

Prelude – Gavotte – Berceuse – Canzonetta

Intermezzo – Impromptu – Scherzo – Etude

 

Friedrich Hermann (1828 – 1907)

Grand Duo Brillant em sol menor op. 12
Allegro con fuoco

 

Benjamin Godard (1849 – 1895)

Aubade
Gaspar Cassadó (1897 – 1966)

Suite para violoncelo solo

 

Preludio-Fantasia

Intermezzo e Danza Finale

 

Béla Bartók (1881 – 1945)

Melodias Folclóricas Húngaras para violino e violoncelo

Arranjo de Karl Kraeuter

 

Allegro ironico – Allegretto – Moderato

Choral – Allegretto – Con moto – Vivace

 

Johan Halvorsen (1864 – 1935)

Passacaglia

Duo para Violino e Violoncello

baseado na Suíte n.7 para cravo de G. F. Händel

O Villa Duo

O Villa Duo foi fundado em 2011 pela violinista Waleska Sieczkowska e pelo violoncelista Anderson Fiorelli e desde então mantém uma intensa agenda de concertos no Brasil e em diversos países europeus. Algumas das principais atividades do duo foram a turnê “Série Concertos Didáticos” realizada em 2013, que viajou por 10 cidades dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul e suas participações em festivais como o III Festival De Música Contemporânea Brasileira e Musikfestival Bündner Barock (Suíça).

O Duo colabora regularmente com diversos músicos como as pianistas Thais Nicolau e Sofya Gandilyan, a cravista Johanna Soller e o teorbista Jacopo Sabina.

O Villa Duo possui um vasto repertório, que abrange obras de compositores do barroco ao contemporâneo, e se apresenta tanto com instrumentos modernos quanto com cópias de instrumentos antigos, montados de acordo com o período do repertório executado.

Os músicos do Villa Duo se aperfeiçoaram em algumas das principais universidades europeias com renomados músicos como a violinista Midori Seiler e os violoncelistas Roel Dieltiens e Kristin von der Goltz.

Para obter mais informações sobre o Villa Duo acesse: villaduo.com

Waleska Sieczkowska

A violinista florianopolitana Waleska Sieczkowska reside atualmente na Alemanha, é professora de violino e música de câmara na escola de música de Mindelheim e se apresenta regularmente com renomados grupos como a Academia Montis Regalis (Itália) Hofkapelle München, Concerto München e Ensemble Turicum (Suíça). Ela já se apresentou em importantes salas europeias como a Schubert Saal de Viena, o Cuvilliés Theater em Munique e o Schlosstheater Schwetzingen.

Em 2011 formou o Villa Duo junto ao violoncelista Anderson Fiorelli e desde então apresenta-se regularmente em concertos e festivais no Brasil e na Europa. Waleska integrou a Camerata Florianópolis, onde foi spalla e atuou como solista em várias oportunidades. Além disso a violinista lecionou em diversos projetos sociais em Santa Catarina. Waleska se formou em violino pela UDESC e prosseguiu seus estudos com a professora Elisa Fukuda. Em 2013 ingressou na classe de violino barroco de Stefano Montanari na Milano Civica Scuola di Musica (Itália) e posteriormente estudou com a professora Mary Utiger na Hochschule für Musik und Theater München (Alemanha). Ela conclui recentemente seu mestrado em Violino Barroco na Universität Mozarteum Salzburg onde estudou na classe de Midori Seiler. A violinista frequentou também master classes com renomados músicos como Hagai Shaham, Rodolfo Richter, Tim Vogler e Jaap ter Linden.

Anderson Fiorelli

O violoncelista videirense Anderson Fiorelli reside em Munique onde é o principal violoncelista do ensemble Concerto München e participa regularmente de concertos e gravações com alguns dos principais grupos europeus de música erudita, dentre estes, Hofkapelle München, B’Rock Orchestra (Bélgica) , Ensemble Turicum (Suíça). Ele já se apresentou em importantes salas como: Concertgebow de Amsterdam, BOZAR de Bruxelas, Tonhalle de Zurique e Die Glocke de Bremen e participou de festivais como o Fabulous Fringe Festival de Utrecht (Holanda), Esto ès Mozart (México), Haydn Festival (Hungria) e Ruhrtrienalle (Alemanha). Anderson é membro fundador do Danzi Duo e do Villa Duo e com estes mantém um intenso trabalho de música de câmara no Brasil e na Europa. Como solista, Anderson já se apresentou a frente de orquestras como o Concerto München, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra da Hof-Akademie de Schwetzingen, Orquestra Barroca da Escola Superior de Música de Munique. 

Anderson venceu o Concurso para Jovens Solistas da Ospa em 2012, foi premiado no Concurso Nacional de Cordas Paulo Bosísio (2011) e no Concurso Jovens Instrumentistas do Brasil em Piracicaba-SP (2003). Ele recebeu bolsas de estudo da associação Escola de música de Videira, Fundação Ernst Widmer e Rahn Kulturfonds. Ele foi chefe de naipe da Orquestra Sinfônica do Paraná e a Camerata Florianópolis, colaborou com a Nova Camerata da UFPR e Camerata Antiqua de Curitiba e colaborou com diversos grupos especializados em música contemporânea como o Arc en Ciel (Zurique), Entrecompositores e DezConcertante.

Anderson estudou com Kristin von der Goltz, Roel Dieltiens, Gaetano Nasillo e Maria Alice Brandão e obteve o título de bacharel na Escola de Música e Belas Artes do Paraná e o título de concertista da Escola Superior de Artes de Zurique. Em 2017 concluiu seu mestrado em violoncelo barroco na da Escola Superior de Música e Teatro de Munique. Anderson aperfeiçoou-se com grandes nomes da música erudita mundial, dentre estes Anner Bylsma, Jaap ter Linden, Alexande Rudin, Gautier Capuçon, Midori Seiler e Antonio Meneses.