Interlúdio Outubro com pianista Alexandre Dietrich e Quarteto de Cordas

O pianista Alexandre Dietrich apresenta-se dia 10 de outubro na Sociedade Harmonia Lyra de Joinville dentro da série Interlúdio.
Nesta apresentação musical o pianista terá a companhia de mais 4 músicos: Elias Zanon (violino), Raiza Diatel (violino), Marcos Dalmácio (viola) e Hugo Ruiz (Violoncello).

Na primeira parte da apresentação Alexandre e Elias (Duo de Violino e piano) interpretam obras para violino e piano, contendo no repertório a famosa “Meditação de Thais” de Julio Massenet, passando por Zequinha de Abreu e seu “Tico Tico no Fubá”.
Na segunda parte da apresentação, será formado o quarteto de cordas mais piano para a interpretação do Concerto n. 12 para piano e orquestra de W. A. Mozart, contendo 3 movimentos.

Esta peça, por curiosidade, Mozart escreveu propositadamente para orquestra de cordas, uma vez que naquela época sentia-se a dificuldade de instrumentistas de sopro. Para sanar tal dificuldade, Mozart compôs este concerto com a formação de câmara, sem sopros. Mas, sabe-se que muitas vezes este concerto era apresentado em forma de quarteto ou quinteto e piano, uma vez que a série dos 3 concertos de Câmara fizeram muito sucesso na época, com suas melodias de fácil compreensão ao público e o lirismo peculiar de W. A Mozart.

1ª Parte – Piano e Violino
Alexandre Dietrich e Elias Zanon

J. Sebastian Bach – Minueto sol maior

J. Massenet – Meditação – da Ópera “Thais”

Gluck. – Melodia da Ópera Ofreu e Euridice

G. Rodrigues – La Cumparsita

Ernesto Nazareth – Odeon

Zequinha de Abreu – Tico Tico no Fubá

2ª Parte
W. A. Mozart

Concerto para Piano e Orquestra n. 12 em Lá Maior KV 414

Allegro
Andante
Rondeau – Alegretto

Curriculum Artistas

QUARTETO DE CORDAS E PIANO

Alexandre Dietrich – Piano
Um dos mais atuantes artistas de Santa Catarina, iniciou seus estudos musicais aos dez anos de idade sob orientação de Margaret Dhein. Graduado pela Universidade do Estado de Santa Catarina com o título de Bacharel em Piano orientado por Paulo Rogério Faria (RJ) e Maria B. Póvoas (SC). Alexandre desenvolve uma atuante carreira como pianista, seja como solista ou camerista. Apresenta-se em várias e importantes salas de concertos do Brasil, a citar: Theatro São Pedro, Casa de Cultural Mario Quintana – Porto Alegre, Sala de Concerto Tribunal de Justiça – Museu de Arte Moderna, Museu da República, Sala Francisco Mignone – Rio de Janeiro, Teatro Municipal Limeira – São Paulo, Auditório da Faculdade de Artes do Paraná – Curitiba, Teatro da Reitoria – Salvador, Auditório Sogipe – Aracaju, Teatro Municipal de Americana – São Paulo, Auditório UFSM – Santa Maria, Teatro Municipal de Itajaí – Santa Catarina, Teatro Álvaro de Carvalho – Florianópolis, Teatro Municipal de Araraquara – São Paulo, Teatro Pedro Ivo – Florianópolis, Museus de Artes de São Paulo – MASP, entre outros.

Sua estréia internacional foi no ano de 2003, a convite da renomada pianista Cristina Ortiz. Alexandre participou do “Atelier Pianístico”, em Bordeaux – França, organizado pela pianista. Em 2007 retornou a Europa, em uma turnê de piano solo, apresentando-se nas seguintes capitais e respectivas salas de concertos européias: Paris – Maison du Bresil, Lisboa – Palácio Foz, Madri – Auditório da Universid Compostulense, Bruxelas –Pathè Palace, onde em Bruxelas seu recital de piano solo marcou a abertura do “Festival de Som e Cinema”. Com a realização desta turnê Alexandre recebeu elogiosas críticas ao seu trabalho musical:

“ Trata-se sem dúvida de um trabalho de alta qualidade que, por promover a musicalidade do Brasil no exterior, merece todo nosso apoio” Reinaldo Storani- Ministro Conselheiro da Embaixada do Brasil na Bélgica.

“ – A apresentação despertou um grande interesse no público espanhol e obteve notável êxito” Cássio Romano – Membro do Conselho Espanhol de Estudos Culturais Ibero-Americanos.

Em abril de 2008 Alexandre gravou seu recital de piano apresentado na Europa na Rádio MEC no Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, percorreu cidades dos três estados do sul do país acompanhado do Tenor Fernando De Carli com o projeto cultural “Canções pelo Sul do Pais”, viabilizado pelo Funcultural. Em fevereiro/março de 2009 Alexandre apresentou-se nos Estados Unidos, desta vez com o Tenor Fernando De Carli. O duo de canto e piano realizou duas apresentações: na cidade de Athens (Georgia) no Edge Hall, e na cidade de Roanoke (Virginia) no Talmadge Recital Hall.

No início de dezembro de 2009, Alexandre e o Tenor Fernando De Carli apresentaram uma série de dez recitais didáticos de canto e piano abrangendo mais de 1000 crianças das redes de ensino municipal e estadual de Florianópolis, com o projeto cultural “ Florianópolis em Canto e Piano”. Em janeiro de 2010 até março do mesmo ano, Alexandre retornou aos Estados Unidos a convite da University of Georgia, como aluno intercambista do curso de “Music Performance”, tendo como orientador musical o pianista Dr. Eugeniv Rivkin. Também, neste mesmo período,
em fevereiro de 2010 participou como artista convidado do “Brazilian Festival” realizado pela University of New Orleans (EUA) na cidade de New Orleans, onde Alexandre apresentou seu recital de piano solo. Em março de 2010 Alexandre apresentou-se na UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles), na cidade de Los Angeles, apresentando um recital de piano solo, a convite do Consulado Brasileiro nos EUA e da UCLA. A apresentação de piano solo foi realizada no Popper Theater em Los Angeles.

Em 2011 Alexandre apresentou uma série de recitais a dois pianos com o pianista Guilherme Amaral, abrangendo sete apresentações pela cidade de Florianópolis, divulgado a música erudita. Também em 2011 lançou seu Compact Disc intitulado “Cantabile”, interpretando obras de Francisco Mignone, Frederic Chopin, Robert Schumann e Heitor Villa Lobos.

No início de 2012 apresentou juntamente com o tenor Fernando De Carli uma série de recitais de canto e piano com o título “Italianíssimo” percorrendo 5 cidades de Santa Catarina. Em março e abril de 2012 apresentou dois recitais a dois pianos com a pianista Maria Josephina Mignone, (viúva do compositor Francisco Mignone), em Florianópolis e no Rio de Janeiro. Estas apresentações tiveram no programa obras exclusivamente brasileiras, compostas ou arranjadas por Francisco Mignone. Em outubro de 2012 apresentou a “Série Chopin” com a apresentação integral dos Concertos de Frederic Chopin para piano e orquestra. Em seguida, em novembro/dezembro deste mesmo ano, Alexandre apresentou a convite da Lonestar College Montgomery – Universidade dos EUA- em Houston Texas um recital de música brasileira. Além do recital Alexandre proferiu uma palestra sobre a História da Música no Brasil a partir da chegada da Corte Portuguesa.

Em 2015 Alexandre lançou seu segundo CD “Piano Agitato” – CD a quatro mãos com o pianista Guilherme Amaral. Também neste mesmo ano, seguindo sua carreira internacional apresentou-se em fevereiro em Lisboa – Portugal e em setembro em Hamburgo – Alemanha. Alexandre apresentou recitais com repertório todo com obras de compositores brasileiros, obtendo elogiosas críticas de sua performance.

ELIAS ZANON – VIOLINO
Iniciou os estudos com Violino aos 10 anos de idade em Florianópolis. Atualmente é aluno do Bacheraledo em Violino na UDESC,Universidade Estadual de SC e tem
aulas com o Prof. João Eduardo Titton. Possui certificados da conclusão de Oficinas de Música em Curitiba, Itajai e Jaraguá do Sul, tocando e assistindo aulas com Professores como Marco Dann e Paulo Bosisio, integrando Orquestras nessas Oficinas desenvolvidas.

- Participou e vem trabalhando respectivamente em apresentações no estilo Ballet como Coppélia de Léo Delibes e Quebra Nozes de Tchaikovsky na função de Concertino
da Orquestra Sinfônica de SC.

-Concertino na Orquestra Sinfônica de SC.
-Líder de naipe e orador da palestra didática para escolas de Fpolis no Espetáculo Entre Tangos
e Milongas realizado em novembro de 2010 no TAC.

RAIZA DIATEL – VIOLINO
Iniciou seus estudos musicais aos 9 anos de idade com o maestro José Minckuk em teoria musical.
Estudou piano e iniciou os estudos ao violino no projeto Acorde para as cordas do Instituto Pão de açúcar com os professores Daniel Misiuk e Renata Jaffé, já se apresentando em importantes locais como o teatro Municipal de São Paulo e o Memorial da América Latina.
Em 2001 cursou o curso técnico de música na Fundação das Artes de São Caetano do Sul tendo aulas com Doroteia Elke Gruber e Laércio Diniz.Participou de várias orquestras como a Camerata de Cordas da FASCS, Orquestra Sinfônica Jovem de SCS, banda Jovem de de São Bernardo do Campo.
Em 2006 em Santa Catarina fez parte da Orquestra Prelúdio de Blumenau, Orquestra de Câmara de Jaraguá do Sul. Em 2009 iniciou o curso de Licenciatura em Música na FURB. Lecionou aulas de piano e violino em escolas da região catarinense. Formada em Bacharel em violino pela UDESC.

MARCOS DALMACIO – VIOLA
Multi-instrumentista e compositor, desde cedo mostrou interesse por diversos aspectos da prática musical, o que o levou a dedicar-se com igual afinco ao violão, violino e viola, composição, pesquisa musicológica, regência e à interpretação de música antiga com instrumentos de época (alaúde, vihuela, guitarra renascentista, guitarra barroca, guitarra clássico-romântica e mandolina). Tem se apresentado em concertos, masterclass e palestras na Argentina, Uruguai, Paraguai, Peru, Espanha, Portugal, França e em numerosas regiões do Brasil. É formado na Argentina e pós-graduado no Brasil, tendo recebido bolsas de estudo destes países e da Espanha para ampliar seus conhecimentos. Marcos Pablo Dalmacio conta com um repertório que inclui desde peças da renascença interpretadas na vihuela, na guitarra renascentista e no alaúde, até estreias de obras recentes para violão e orquestra e registrou parte deste repertório em quatro trabalhos discográficos.
Ativo também como compositor, conta com várias obras estreadas, desde solos instrumentais, passando por obras de música de câmara até composições para coro e orquestra, com estreias e interpretações no Brasil, Argentina, Uruguai e nos Estados Unidos. Dalmacio é Diretor Artístico e violinista da Orquestra de Cordas da Ilha (Florianópolis/Santa Catarina) com a qual realizam concertos em numerosas cidades, apresentando sempre programas que incluem primeiras audições no Brasil de obras de diversas épocas.

HUGO RUIZ – VIOLONCELO
Integra desde 2005 a Orquestra Sinfônica da Juventude do Ministério da Educação e Cultura como 1º violoncelo.

Apresentou-se como solista com a orquestra realizando concertos para 2 chelos e orquestra de A.Vivaldi por principais cidades do Brasil.
Realizou várias apresentações com grupos de câmeras, como o Coro Polifônico Santa Helena / Coro Voces De La Plaza (ambas dirigidas pelo Maestro Francisco Simaldoni). Incursiona também na música popular tocando e gravando com bandas como: The Tile
Orgulho / Charlie Loop / Deja Vu).

Participou do FEMUSC nas edições 2009-2010-2011-2013 tendo aulas com professores internacionais, como Bernhard Loecher (Alemanha), Claudio Jaffe (Brasil-EUA) Denis Parker (EUA) Watson Clis (Brasil). Hugo teve aulas com professores do exterior como ISAAC CASAL (Panama) Karina Nuñez (Uruguai-Alemanha) Ezra
Campos (Argentina).

INFORMAÇÕES

QUANDO: 10 de outubro de 2017
HORÁRIO: 19h
ONDE: Harmonia Lyra
ENDEREÇO: Rua XV de Novembro 485 – Centro, Joinville
INGRESSO: R$ 10 – retirar na secretaria da Sociedade