O primeiro Interlúdio de 2017 teve o pianista Guilherme Amaral interpretando grandes clássicos de alguns dos maiores compositores, uma noite magistral, fantástica, com um público excelente prestigiando o Mestre em Música pela UDESC, Guilherme Amaral.

Programa

Ludwig van Beethoven
- Sonata op.109 (1820)

Franz Schubert
- Improviso op.90 n.2 (1827)

(intervalo)

Frederic Chopin
- Estudos op.10 n.3,12 (1833)
- Estudos op.25 n.1,5,12 (1837)
- Fantasia Improviso Op.66 (1834)

Franz Liszt
- Rapsódia Húngara n.12 (1853)

Guilherme Amaral

Mestre em Música – Piano, pela UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina, onde foi orientado pela professora Dra.Maria Bernardete Castelán Póvoas. Guilherme Amaral cursou o Mestrado com bolsa da CAPES, uma vez que foi classificado em primeiro lugar para ingresso neste curso.
Iniciou seus estudos de piano clássico em 1990, com o professor Álvaro G.V. da Silva. Em 1998 estudou na Alemanha como intercambista, com a professora Fr. Christiane Ast.

Participou de Master Classes para aperfeiçoamento com renomados professores, tais como Nehama Patkin(Austrália), Luiz Henrique Senise, Eduardo Monteiro, Ney Fialkof, Eva Maria Alexandre, Fernando Lopes, Huub de Leew(Holanda), Eudóxia de Barros Lacerda, Marcelo Bratke, Eduard Shulkin(Alemanha), Cristina Ortiz, Alexander Mindoyants(Rússia) e Paulo Alvares (Brasil/Alemanha).

Entre os vários eventos que participou constam o I Curso de Inverno – Método Suzuki (1993), IV Encontro da Educação do Talento (SP-1995), Oficinas de Música de Curitiba (1996, 2000 e 2001) e o 12o Suzuki Method World Convention (Dublin, Irlanda-1995).

Foi classificado em concursos de piano como o Concurso Estadual de Piano (SC, 1994) – 3o lugar, Concurso Jovens Intérpretes (SC, 1996) – 2o lugar, Concurso Nacional Performance (1995) – 2o lugar, Concurso Latino-Americano Art Livre (SP, 1997) – entre os 5 finalistas, Concurso Nacional Madga Tagliaferro (SP, 2000) – entre os 5 finalistas, Concurso Nacional Art Livre (SP, 2003) – 3o lugar, Concurso Latino Americano de Duos de Câmera Rosa Mística, junto com o violinista Luiz Fernando São Thiago (PR, 2004) – 1o lugar e Concurso Latino Americano Rosa Mística de Piano Solo (PR, 2004) – 2o lugar. Em 2006 foi vencedor nas categorias Piano Solo e Duo com Piano do Concurso Jovem Destaque realizado no Fórum de Cultura e Ciência da UFRJ, no Rio de Janeiro, recebendo como prêmio um recital solo e com o duo (junto ao seu irmão gêmeo Vinicius Ferreira Amaral – violino) na série “Musica no Fórum”.

Atua como pianista e cravista convidado, junto a algumas orquestras de Santa Catarina. Também integra o SC Piano Trio (com o violoncelista Raphael Buratto e o violinista Mario Marçal Jr.), grupo com o qual realiza diversas apresentações pelo estado de Santa Cataria. Ainda como camertista, apresenta-se com recitais de piano a quatro mãos e dois pianos junto com o pianista Alexandre Dietrich e recitais de piano e canto. Também atua intensamente como pianista colaborador e correpetidor em concursos, recitais de formatura e audições em Florianópolis. Fora do Brasil, apresentou-se com o irmão Vinicius na Alemanha em 2003 e 2005 e participou da Turnê Europeia da Camerata Florianópolis em 2005, apresentando-se na Espanha, França e Alemanha.

Como solista, realizou solos de concertos como o Concerto para piano em Fá menor e o Concerto para 2 Cravos em Dó menor de J. S. Bach, o Concerto Duplo para Violino e Piano de Felix Mendelssohn, o Concerto para Piano e Violino de Ernst Chausson, o Concerto K.415 de Mozart, o Concerto No2 de F. Chopin e o Concerto Op.35 de D.Schostakovich. Também se apresenta em recitais de piano solo, principalmente no estado de Santa Catarina.